«Outubro», por Ricardo Noronha

No último número do Le Monde Diplomatique (Nº 39, II Série, Janeiro 2010), Ricardo Noronha publica uma recensão instigante de Outubro, de Rui Bebiano. Trata-se de um texto que discute criticamente as posições de Bebiano (sobretudo, o lugar da violência no pensamento comunista e na revolução bolchevique), reconhecendo embora a lógica e sustentação dessas posições. Um texto a ler. Extraímos um excerto da resenha de Ricardo Noronha:

Outubro é permanentemente atravessado por uma tensão problemática, entre a dimensão simbólica resultante do evento que lhe dá o nome – os ecos de Outubro, o imaginário da tomada do poder, a edificação de uma sociedade socialista – e a materialidade do evento propriamente dito – os acontecimentos que tiveram como palco Petrogrado, Moscovo, a guerra civil russa ou o «terror vermelho». Essa tensão não fica resolvida ao longo do ensaio (e é provável que tampouco fosse esse o objectivo do autor), resultando daí a sensação de que a primeira – «o mito de Outubro» – é um terreno mais confortável para Rui Bebiano do que a segunda. O capítulo 4, dedicado aos relatos de viagem elaborados por intelectuais simpatizantes com a revolução russa e amplamente difundidos por todo o mundo, é o mais conseguido do livro, traçando os contornos da simpatia de inúmeros companheiros de estrada para com a experiência soviética, bem como o seu papel na difusão de uma imagem altamente positiva das transformações em curso na URSS.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: