A Prisão do Gungunhana # 3

 

 

Tínhamos assim feito 8 horas úteis de marcha a passo mais que ordinário; estávamos exaustos. Os carregadores só à força de pranchada se conservavam juntos à coluna e até a gente de guerra se sentava com frequência para descansar alguns momentos. Resolvi portanto bivacar um pouco a oeste por saber que ficava ali a lagoa de Motacane.

pág.  26-27

.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: